Slow Links

By Bruna Miranda

Posted in

Slow Links da semana!

Saiba mais sobre essa categoria do Review e acesse outras dicas.

Mostra CineBH de 15 a 22 de outubro.

Livro ou Planta? Foi com a sustentabilidade do planeta em mente que foi criado o primeiro livro que pode ser plantado após ser lido.

Lucy Siegle: como se vestir sem arrependimentos. (Inglês)

Camiseta da Re: newcell 100% reciclada. Anteriormente, era uma calça jeans. Crédito da imagem: Re: newcell

Camiseta da Re: newcell 100% reciclada. Anteriormente, era uma calça jeans. Crédito da imagem: Re: newcell

Poderiam os tecidos high tech transformar o impacto da moda nas mudanças climáticas? “Sua camiseta de algodão tem aproximadamente a mesma pegada de carbono do que dirigir um carro por 8 quilômetros. De acordo com o relatório Sustainable Apparel Materials do MIT, a indústria de vestuário global vai produzir mais de 400 bilhões de metros quadrados de tecidos em 2015 – o suficiente para cobrir o Reino Unido quase duas vezes. Produzir todo esse tecido gasta 1 trilhão de quilowatts-hora de eletricidade e 9 trilhões de litros de água. Se você considerar como, em média, os americanos jogam fora cerca de 10,5 milhões de toneladas de roupas por ano, o tamanho do problema de sustentabilidade da moda chega à nossa vista para cair o queixo”.

Tema em discussão no Business of Fashion: Por que a indústria da moda não é mais diversificada? (Inglês)

Naziha Mestaoui Review Slow Lifestyle
5 artistas usando seu trabalho para proteger a biosfera. (Inglês)

Até 2025, nossos oceanos poderão ter 1 tonelada de plástico para cada 3 de peixes. (Inglês)

A empresa que pode corrigir o problema do descarte na moda. (Inglês)

O caminho constante da moda em direção à sustentabilidade. (Inglês)

– Como a inovação na rastreabilidade está criando prestação de contas na cadeia de abastecimento de varejo (Inglês)

Aplicativo “Tá Faltando Água”: as pessoas podem registrar o CEP do lugar onde está faltando água e, com o GPS, o aplicativo organiza o mapa. O objetivo é fazer a conexão entre os órgãos responsáveis pelo abastecimento e a população da região metropolitana e também aumentar a mobilização e a conscientização das pessoas.

A IBM Brasil e o Instituto Cidade Democrática decidiram cooperar com essa questão e lançaram o aplicativo Água Viva: “A ideia é que qualquer pessoa registre no app incidentes com a água, como localização de fontes, vazamentos e a falta dela. As informações coletadas serão analisadas e levadas ao poder público pelo Instituto Cidade Democrática em forma de propostas e sugestões de ações”.

Turquia inaugura ônibus com energia solar: veículo utiliza combustível convencional para se locomover, mas a energia solar auxilia em diversas funções.

Sem saber, população brasileira é a que mais consome agrotóxicos no mundo.

Os brasileiros estão perdendo mais tempo no trânsito. Aumentou 26% em 2011 para 31% atualmente, aponta a CNI – Confederação Nacional da Indústria.

Máquina troca latinhas e garrafas por descontos na conta de luz em São Paulo.

Project Garbage Review Slow Lifestyle

– ‪#‎ProjectGarbage‬: “Durante 30 dias, não vou jogar nada fora. Com exceção de comida e resíduos biológicos, vou limpar e manter tudo o que eu normalmente reciclaria ou descartaria. O objetivo é ver a quantidade de lixo que crio em um mês”. (Inglês)

Biblioteca humana permite aprender pelas pessoas e não por livros.

Interessante sobre o Outubro Rosa: “… o dinheiro arrecadado por boas pessoas com boas intenções vai, principalmente, para algumas das maiores e mais ricas empresas do mundo que usam esse dinheiro, principalmente, para financiar “curas” médicas de alta tecnologia que provaram até agora serem caras, invasivas e nem sempre eficazes”. (Inglês)

 – O marketing e a sustentabilidade são como água e óleo? “Cada aspecto do mercado tradicional de hoje é contestado pelo marketing sustentável e o único ponto comum é baseado na questão do consumidor: o que está nesse mercado para mim e para a minha família? O marketing sustentável não é sobre a ‘adição de aloe vera nos produtos’, mas é sobre ‘linkar’ questões ambientais e sociais com o que a marca representa. A relação entre pessoas e as marcas está mudando e uma ‘imagem’ já não é o suficiente. A mensagem certa para hoje é sobre a ‘substância’, o que significa a construção de marcas que criam uma mudança positiva em diferentes níveis: Eu, para as pessoas como indivíduos; Meu Mundo, para as comunidades em que as pessoas fazem parte; O Mundo, para o mundo em que as pessoas vivem.

Como seria uma cidade planejada apenas para as bicicletas. (Inglês)

Blusa Dutch aWEARness - Roupas e uniformes para empresas ambientalmente conscientes, onde todos as peças são totalmente reutilizáveis

Blusa Dutch aWEARness: Roupas e uniformes para empresas ambientalmente conscientes, onde todos as peças são totalmente reutilizáveis

Hot Mess – Como o lixo do mar está sendo refeito como o novo nylon: “O econyl é basicamente um fio de nylon nascido de novo. Suas qualidades duráveis significam que ele pode ser usado para produzir peças que duram um longo período de tempo, para roupas esportivas, jaquetas e até mesmo lingerie. É feito a partir da mistura de diferentes tipos de resíduos de nylon juntos e então é criada uma nova e heróica fibra que pode ser usada uma vez e outra vez, por vários ciclos de vida”. (Inglês)

Leia também nosso post sobre a Aquafil, empresa fornecedora de fibras recicladas que se uniu à Speedo transformando os retalhos e resíduos que sobraram da produção da marca americana nesse mesmo Econyl – 100% regenerado pela Aquafil, e, depois, transformando-se em trajes de banho de novo.

Tem alguma dica bacana? Compartilhe com a gente nos comentários!

Julia Abrahao - Review Slow Lifestyle

Share this story

About The Bruna Miranda

Percebe o slow living como porta de entrada e fortalecimento para benefícios e mudanças para o mundo e para nós mesmos.

1 Thought to Slow Links

  1. janetsarahu Responder 20 de outubro de 2015 at 21:35

    Thanks for the feature – I love the “slow links” idea and the general idea of slowing down in general!

    #

Deixe uma resposta

Comment